Você está em Entretenimento > Poemas

De temida a mais querida

Outrora vinda das ciências duras,
Eis que surge a Matemática trazendo uma certa candura.
Postulados e axiomas, algo que se define por si próprio,
Vislumbramos a Geometria, com seus traços perfeitos e óbvios.

Da irmandade da Física, datas históricas e da Cartografia,
Surgem proporções áureas. Não é que rolou uma certa química?
Se na teoria, prática ou digital, a combinação pouco importa?
Por meio da tecnologia, surgiu uma aula remota.

E para terminar essa prosa, lhe convido a refletir,
Será que a Matemática não tem nenhum valor para mim?
Mas posso lhe assegurar com certeza como 2 + 2 são 4,
Valor ela sempre teve, basta calcular os fatos.

Mesmo temida, desprezada ou até mesmo não compreendida!
Ninguém consegue viver sem ela, ó Matemática Querida!!!

Weslley Kleber de Oliveira

<< Anterior
Circunferência em cordelização
Próximo >>
Amor exponencial, vida logarítmica

Como referenciar: "De temida a mais querida" em Só Matemática. Virtuous Tecnologia da Informação, 1998-2022. Consultado em 25/06/2022 às 13:57. Disponível na Internet em https://www.somatematica.com.br/poemas/p113.php

Curso on-line do Só Matemática

Coleção completa das videoaulas do Só Matemática para assistir on-line + exercícios em PDF sobre todos os assuntos, com respostas. Clique aqui para saber mais e adquirir.