Você está em Entretenimento > Paradoxos matemáticos

Paradoxo de Dom Quixote e Sancho Pança

Este paradoxo foi criado por Miguel de Cervantes no seu livro Dom Quixote de la Mancha.

Sancho Pança, o fiel escudeiro de Dom Quixote, torna-se governador de uma ilha com uma lei muito curiosa. O guardião da ilha deveria perguntar a cada visitante o motivo da visita. Se o visitante responder a verdade, tudo certo. Mas caso mentisse, o visitante seria enforcado.

O problema é que num belo dia apareceu um visitante que respondeu que visitava a ilha para ser enforcado! E agora? O visitante deveria ou não ser enforcado? Se não o enforcassem, ele teria mentido: portanto deveria ser enforcado. Mas se o enforcassem ele teria falado a verdade e não deveria ser enforcado. Na história de Cervantes, o governador é bonzinho e liberta o visitante.

<< Anterior
O barbeiro da cidade
Próximo >>
Paradoxo dos envelopes com dinheiro
Como referenciar: "Paradoxo de Dom Quixote e Sancho Pança" em Só Matemática. Virtuous Tecnologia da Informação, 1998-2018. Consultado em 22/07/2018 às 09:52. Disponível na Internet em https://www.somatematica.com.br/paradoxos/quixote.php