Andrew Wiles

Andrew Wiles nasceu no dia 11 de abril de 1953, em Cambridge, Inglaterra. Tornou-se PhD em matemática pela Universidade de Cambridge (1975-1979) sob a orientação do australiano John Coates, e foi professor em Princeton. A partir dos anos 80, consagrou-se como matemático por sua demonstração (1995) do mais famoso desafio matemático de todos os tempos, o Teorema de Fermat:

Considerando a equação xn + yn = zn, Fermat afirmou que não existem valores inteiros para "x", " y" e "z" que satisfaçam a equação quando "n" for um número inteiro maior do que 2. As possíveis provas de Fermat perderam-se e a demonstração deste teorema tornou-se um dos desafios mais famosos da história da matemática, enfrentado pela maioria dos matemáticos por mais de três séculos.

No dia 23 de Junho de 1993, após sete anos de trabalho, o matemático Andrew Wiles anuncia, numa conferência do Sir Isaac Newton Institute for Mathematical Sciences em Cambridge, ter encontrado uma demonstração para o desafio. Porém, pouco tempo depois, é verificada uma pequena falha. Wiles retira-se durante mais 14 meses e, finalmente, surge com a demonstração reformulada. No final de 1994, depois de alguns meses de apreciação das 200 páginas, a sua demonstração é definitivamente aceita. Trata-se de uma demonstração de tal forma técnica que apenas algumas dezenas de matemáticos em todo o mundo teriam condições de seguir o raciocínio. Wiles ganhou a consagração definitiva e 50.000 libras de prêmio da Fundação Wolfskehl pelo feito.

Como referenciar: "Andrew Wiles" em Só Matemática. Virtuous Tecnologia da Informação, 1998-2018. Consultado em 22/07/2018 às 13:21. Disponível na Internet em https://www.somatematica.com.br/biograf/andrew.php