Você está em Entretenimento > Poemas

A viagem do mais e do menos

Em um caderno de criança
O mais conheceu o menos
Eram os únicos por lá
Não tinham ninguém
Nem números para conversar
Um dia conheceram um caderno melhor
Conheceram os números
Que eram divididos em impar e par
Mas de repente eles sumiram
Foram apagados por uma borracha!
Queriam ir para um lugar com números bons
Foram para um livro de matemática
Lá encontraram o sinal de divisão
Conversaram com um triângulo
Que era bravo igual fração
Foram para página cem
Procurando o primeiro grau da equação
Mais lá encontraram
A sexta potenciação
Só que o mais e o menos
Queriam conhecer mais
Achar uma página melhor
Uma que tinha bastante sinais
Chegaram em um lugar
Que tinha esferas e trapézios
E uma caixa retangular
Mas queriam mesmo ver
É o perpendicular
Até que em uma página
Encontraram um lugar muito bom
Era o lugar perfeito
Era a quarta divisão
A sua viagem acabou
Lá encontraram seu lar
O lugar perfeito para morar.

Daniel, Bruno e Laíza (alunos da 8ª série)

<< Anterior
Irracional, quadrada ou quadrada elevado ao quadrado
Próximo >>
O Matemático
Como referenciar: "A viagem do mais e do menos" em Só Matemática. Virtuous Tecnologia da Informação, 1998-2018. Consultado em 23/01/2018 às 12:15. Disponível na Internet em https://www.somatematica.com.br/poemas/p86.php