Você está em Entretenimento > Poemas

Poema físico-matemático

A partir do momento em que o serhumano começa a usufluir do poder;
São as hipercônicas, Mesintericamente, Articuléticas,
Do não se compartibilizarem com o meo rádiofone.
Isso gera uma força controeletromotriz,
Que poderá anular todo o sistema;
O sistema da ascensão da decadência;
Alucinez, Alucinada; Tranqüilamente, Tranqüilizada; Falou para a moçada inteligente;
Tem muita bomba atômica para pouco arroz integral.
Porque assim como são as pessoas, São as criaturas;
Assim como são os copos, são os canecos;
E assim como são os helicópteros, são os teco-tecos.

Wesley Feitosa

<< Anterior
O gráfico do amor
Próximo >>
Vale a pena aprender
Como referenciar: "Poema físico-matemático" em Só Matemática. Virtuous Tecnologia da Informação, 1998-2018. Consultado em 17/01/2018 às 20:07. Disponível na Internet em https://www.somatematica.com.br/poemas/p7.php