Você está em Entretenimento > Curiosidades

Como quantificar pessoas em eventos públicos

Conhecer a quantidade de pessoas em um determinado local é importante para o Poder Público, pois assim poderá planejar o policiamento, estimar a necessidade real de profissionais das diversas áreas - médicos, enfermeiros, bombeiros, infra-estrutura, e ainda, quantidade de copos de água, ambulância e outros benefícios.

Este cálculo é fácil de fazer, bastando para isso uma simples operação matemática. Sabe-se que um metro quadrado (m²) pode ser ocupado por nove pessoas, no máximo, nas grandes concentrações.

As concentrações são divididas em três categorias: pequena, média e grande. Na concentração pequena, calculam-se três pessoas por metro quadrado; na média, seis pessoas; e na grande nove pessoas por metro quadrado.

Multiplicando-se o número médio de participantes por m² pela área útil ocupada, chegar-se-á ao número médio de pessoas presentes numa reunião. Eis a regra:

N P m² x A (m²) = T P A

Sendo:
  N P m² = número de pessoas por m²;
  A = área ocupada em m²;
  T P A = Número total de pessoas na área.

Exemplo hipotético: O cantor Roberto Carlos fará um show em um espaço livre de 100 metros de comprimento por 60 metros de largura. Qual a capacidade de espectadores em pé neste local?

Temos os seguintes dados:
   Número de pessoas por metro quadrado = 9
   Area quadrada do local? 100 x 60 = 6000 m²

Resolvendo o problema 9 x 6000 = 54000.

Logo, 54000 é o número máximo de pessoas em pé que o local comporta.

Com apenas um olhar você pode ter o público aproximado. Se a quantidade de pessoas for como a de uma decisão de campeonato de futebol, multiplica-se a área quadrada por nove. Se você achar que tem muita gente, mas percebe muito espaço vazio, multiplique por 6. E assim sucessivamente.

Fonte: adaptado de abocadopovo.com.br

<< Anterior
Resolva e ganhe U$ 1.000.000,00 (um milhão de dólares)
Próxima >>
Números hexagonais centralizados
Como referenciar: "Como quantificar pessoas em eventos públicos" em Só Matemática. Virtuous Tecnologia da Informação, 1998-2018. Consultado em 17/10/2018 às 20:08. Disponível na Internet em https://www.somatematica.com.br/curiosidades/c101.php