Alexis Claude Clairaut

Alexis Claude Clairaut nasceu no dia 7 de maio de 1713 em Paris (França) e morreu no dia 17 de maio de 1765, também em Paris. Filho de um matemático francês, de quem recebeu sua formação, tornou-se um dos matemáticos mais precoces e mais célebres da história. Estudou Cálculo com 10 anos de idade, publicou seu primeiro trabalho matemático com 13 anos, e redigiu um tratado de matemática com 18. Esse tratado foi considerado marco inicial no estudo da geometria analítica no espaço. Mesmo sem haver atingi­do a idade legal, a obra fez com que ele fosse eleito membro da Academia de Ciências (Académie des Sciences) em 1731, através de uma licença especial.

Clairaut ajudou Maupertuis a determinar o comprimento do meridiano. Em 1743, escreveu um livro que estudava o formato de um corpo em rotação, como a Terra, e que sofria os efeitos da gravidade e da força centrífuga. Mostrou também como determinar o raio da Terra medindo a força da gravidade em diversos pontos do globo, marcada pelo tempo de oscilação de um pêndulo. 

Clairaut figura entre aqueles que estudaram exaustivamente os movimentos lunares (teoria lunar). Calculou os efeitos da atração gravitacional de Vênus sobre a Terra e a comparou com a atração da Lua. Ao comparar esses dados com as observações de Lacaille obteve, em 1757, o primeiro valor razoável para a massa de Vênus (2/3 da massa terrestre) e um novo valor para a massa lunar (1/67 da massa terrestre). 

Sabe-se hoje que o primeiro valor está algo abaixo do valor real, e o segundo pouco acima, mas representavam os melhores valores até então obtidos. Durante certo período, seus estudos provocaram verdadeira revolução, pois pareciam contestar as teorias de Newton. A conselho de Buffon, ampliou suas observações e achou que Newton estava certo. 

À medida que se aproximava o ano da volta do cometa de Halley, Clairaut passou a estudar, com o auxílio de Lalande, os efeitos da gravidade de Júpiter e de Saturno sobre o cometa. Achou que os dois planetas gigantes iriam freiá-lo de tal modo que não iria atingir o ponto mais próximo ao Sol em sua órbita (periélio) antes do dia 13 de abril de 1759. Apareceu no dia de Natal de 1758 e atingiu seu periétio dentro do prazo previsto.

* Foto obtida do MacTutor History of Mathematics archive (http://www-history.mcs.st-andrews.ac.uk).

Como referenciar: "Alexis Claude Clairaut" em Só Matemática. Virtuous Tecnologia da Informação, 1998-2018. Consultado em 20/01/2018 às 22:45. Disponível na Internet em https://www.somatematica.com.br/biograf/clairaut.php